Grande pequena!
Drika | 13 de dezembro de 2012 | 6:22

A vida nos dá presentes que a gente nem pede. Como eu conseguiria fazer um pedido tão perfeitinho? “quero uma amiga pequenininha, pra conseguir abraçar todinha de uma vez; galeguinha dos olhinhos azuis, igual uma boneca. Mas com coração… bem grande, maior que ela; sincera e delicada, em porções bem dosadas, de modo que nunca me engane com palavras inúteis, mas que não me poupe das indispensáveis, mesmo que duras. Sempre com carinho no tom; Inteligente e responsável, que desenrole qualquer nó que eu jogar na sua mão; que não seja limitada e encare qualquer trabalho, pra eu saber que nunca vai morrer de fome na vida; danada, muito danada! do tipo que vai até o fim do mundo por um amor!”.

Tcha-raaaaam… com vocês, Kayô!!!! A amiga que Deus me deu, melhor que a encomenda.

_MG_1045
_MG_1065
_MG_1072
_MG_1101
mont1
_MG_1134
_MG_1146
_MG_1188
_MG_1193
_MG_1229
_MG_1230
_MG_1239
mont2
_MG_1280
_MG_1305
_MG_1292
_MG_1266
_MG_1166
_MG_1328
_MG_1340
_MG_1346
_MG_1354
_MG_1371
_MG_1372
_MG_1378
_MG_1386
_MG_1388
_MG_1391
mont3
_MG_1409M2
_MG_1420
mont4
_MG_1427M
_MG_1430
_MG_1435
_MG_1438
_MG_1443
_MG_1480PB
_MG_1489
_MG_1523

All You Need Is Love
Drika | 13 de dezembro de 2012 | 6:21

“There’s nothing you can do that can’t be done
Nothing you can sing that can’t be sung
Nothing you can say, but you can learn how the play the game(…)

All you need is love”

IMG_5920
IMG_5837
IMG_5859
IMG_5911
IMG_5941
IMG_5947
_MG_1585C
_MG_1594
_MG_1595
_MG_1649
IMG_5964
_MG_1620
_MG_1632
_MG_1670
_MG_1672
IMG_5968
mont7c
_MG_1681
_MG_1692
_MG_1705
_MG_1707
_MG_1726
_MG_1784M
_MG_1778
_MG_1759
_MG_1794
mont8c
_MG_1850
_MG_1871
_MG_1867
_MG_1821
_MG_2033
IMG_6303
IMG_6299
_MG_1973
IMG_6318

‘Acerca de los novios’
Drika | 13 de dezembro de 2012 | 6:21

Foi completamente por acaso. Nas últimas horas de estadia de Miguel no Brasil. Uma escolha ao léu o levou a passar a última das seis noites em terras potiguares no lendário Buddha, barzinho descolado que reunia gente alternativa até quase de manhã, de frente para o mar de Ponta Negra. Corria o ano de 2006. A banda Uskaravelho tocava um pop oitentista. Foi completamente por acaso, nas últimas horas, no fim da festa. Bar quase fechando. Entre as várias pessoas que se divertiam por ali, como Miguel, estava Kayonara. A moça havia saído de uma festa de aniversário e, também por acaso, resolveu esticar a noite com as amigas. Alguns olhares já haviam sido trocados, de ambas as partes. Nada demais. Em certo momento, quando as meninas estavam tirando fotos, houve uma aproximação: “você quer que eu tire uma foto de vocês?”, propôs ele. Foi quando Kayonara percebeu que se tratava de um estrangeiro. “Ih, deixa pra lá, sei bem o que eles querem por aqui”, pensou, exercitando preconceitos de quem já viu seu povo ser mal entendido por gente de fora. Mas não somente o clique foi feito como, por milagre, uma conversa foi engatada logo depois. Um papo interessante, apesar do esforço de ambos em se fazerem entender os idiomas – tão parecidos, mas tão diferentes na prática. Ela achando que falava espanhol, e ele, português. Uma boa conversa, o bar fechando, ele indo embora. Ela, para casa, a poucos minutos dali. Ele, também para casa, a um oceano de distância. “Tchau, boa viagem de volta”. E só. Trocaram endereços eletrônicos, depois e-mails, alguns telefonemas. Passaram a se conhecer virtualmente, o que não deu tempo de fazer na brevidade do tetê-à-tête. Apesar das poucas horas em que estiveram juntos – e conversando, apenas – o interesse mútuo só cresceu nos meses seguintes em que estiveram oceanicamente separados. Seis meses depois, Miguel disse aos pais: “vou viajar ao Brasil mais uma vez”. Desconfiaram. “Deve estar com uma namorada”, pensaram. Que nada! Nem Miguel sabia, mas ele já estava era casado…
(Quando a natureza conspira, é assim).

[Texto retirado do site dos noivos]

IMG_6151
_MG_1898
_MG_1908
IMG_6218
mont1c
_MG_2100
_MG_2132
mont2c
_MG_2150
_MG_2152
_MG_2154
_MG_2159
_MG_2180
_MG_2184
_MG_2207
_MG_2221
IMG_6537
_MG_2238
_MG_2263
_MG_2266
_MG_2268
_MG_2269
_MG_2271
_MG_2272
_MG_2273
_MG_2275
_MG_2276
_MG_2277
_MG_2279
_MG_2280
_MG_2285
_MG_2286
_MG_2303
IMG_6572
_MG_2299
_MG_2320
_MG_2331
IMG_6565
_MG_2335
mont3c
IMG_6614
IMG_6643
IMG_6622
IMG_6626
mont4c
_MG_2372
_MG_2381
_MG_2384
_MG_2389
IMG_6674
mont5c
IMG_6741
_MG_2438
_MG_2452
_MG_2455
_MG_2456
_MG_2458
_MG_2465
_MG_2495
_MG_2510
_MG_2532
_MG_2536
_MG_2552
_MG_2563
_MG_2568
mont6c
_MG_2590
_MG_2603
_MG_2688
_MG_2657
IMG_6822
IMG_6802
_MG_2662
_MG_2628PB

28 de setembro de 2007
Drika | 28 de setembro de 2011 | 17:43

110716-drika-yves-267

Este é o homem que eu amo há quatro anos. Quando ele chegou, abriu toda sua vida e coração pra mim e, da mesma forma, preencheu todos os meus ‘cantinhos’. Hoje, 28 de setembro de 20011, é um dia especial. Há quatro anos eu dei chances a mudanças que conduziram meu destino e meu coração por todo esse tempo.

Sou feliz com ele – Yves é o seu nome! Casamos no último dia 16 de julho e temos ainda muitos anos de histórias pra montar, no quebra-cabeças da nossa vida juntos.

Eu queria tornar isso público aqui hoje, já que o dia é especial pra mim… e não só isso… vim também avisar que as fotos do nosso casório chegaram!!!! UHUHUUUUU!!!!

Ou seja…

Muito em breve teremos posts animados por aqui, “desentupindo” o blog que tava paradão esperando. Vou adorar compartilhar um pouco da minha própria história com vocês, afinal a fotógrafa também é gente, também é romântica e também sonha com príncipe; e vou adorar também contar o que funcionou e o que não-funcionou-corram-pra-longe nos meus preparativos.

Então…. até já!!

110716-drika-yves-273

Rebeca, Bequinha… minha sobrinha!
Drika | 5 de setembro de 2011 | 4:48

Eu tinha me prometido que meu retorno ao blog seria com os posts a respeito do meu casamento. Até mesmo pra contextualizar, matar curiosidades… servir como ‘ponto divisor’… e pra matar minha ansiedade/vontade de compartilhar – claaaro!!

Acontece, porém, que as taaaantas fotos que preciso pra ‘ilustrar’ tudo que vou falar, ainda não chegaram. São as fotos oficiais, de Maíra Erlich. Por enquanto, tudo que disponho são as que ela postou em seu blog (que linquei no post abaixo). Sei que estão chegando… ela já pôs no correio. Mas… enquanto isso…

Precisei pular o protocolo (e a minha mania de ‘controlar’ a ordem de tudo), porque hoje é um dia MUUUUITO ESPECIAL!!!

É o dia do aniversário de uma menina linda, que por acaso é minha sobrinha, e que, também por acaso, fez 15 anos no ano passado e fizemos uma sessão de fotos liiinda pra comemorar AQUELA data.

E agora, pra comemorar ESSA data, a de hoje (dos 16!), vou publicar as fotos aqui… Registrando e tornando público que ela cresceu! Que ela é de fato linda! Que eu a amo muito!!! E que tenho orgulho de compartilhar com o mundo o seu sorriso largo e suas loucurinhas que encantam a todos.

Parabéns, Bequinha!!!! (E, oh, nem te conto… mas não demora e estarei fotografando e postando o seu casamento… é uma ‘piscadinha’ e, pronto, chegou!!)

_MG_9399

5382210079_c0db5be639_b

_MG_9780

5382209687_ec93b83ec6_b

mont1

_MG_9854

5382211237_45b038d0da_b

5382813606_a4321f2a1f_b

5382814706_c7d5c06fc6_b

5382212411_307e87e4e3_b

5382815954_d5a116c797_b

E lá se vão 16 anos!
Drika | 5 de setembro de 2011 | 4:48

Rebeca tem exatamente um ano a mais que meu filho, que acabou de fazer 15.

Acho que nem ela e nem minha irmã, Bel, sabem da importância que ela tem pra mim. Quando eu me vi grávida, Rebequinha me servia de inspiração, com toda aquela graça dos bebês de 1 ano… eu pensava em tudo que enfrentaria numa gravidez inesperada e, olhando pra ela, tudo parecia tão mais simples e mais gostoso!!! Foi assim que me enchi de coragem!

Ela sempre teve um “bocão”, que se abre enorme num sorriso divertido, contagiante, envolvente… e tranquilizante, quando eu mais precisei!

_MG_9452

5382811160_83705e21fc_b

mont2

5382811580_b46ebd0d2f_b

mont3

_MG_9530

5382207527_3ee319d00a_b

_MG_9548

5382207129_43d72c8b14_b

5382209259_d11dd9e2de_b

5382208883_542922a88b_b

5382206209_5daacefccb_b

5382206701_9cd57ac4e2_b

5382808704_007d9cafbc_b-(1)

5382808342_93013dfea6_b

mont5

Tem que ter movimento…
Drika | 5 de setembro de 2011 | 4:48

…pra entender Rebeca direito! Segue uma brincadeira…hehehe…

Fui ali casar…
Drika | 5 de setembro de 2011 | 4:48

…Casei e volto jájá!!! ;)

fotos-casamento-drika-yves-02

Minha fotógrafa: Maira Erlich

Uma (atrasada) homenagem
Drika | 13 de junho de 2011 | 0:38

Se você quer ser minha namorada
Ai, que linda namorada
Você poderia ser
Se quiser ser somente minha
Exatamente essa coisinha
Essa coisa toda minha
Que ninguém mais pode ser
Você tem que me fazer um juramento
De só ter um pensamento
Ser só minha até morrer
E também de não perder esse jeitinho
De falar devagarzinho
Essas histórias de você
E de repente me fazer muito carinho
E chorar bem de mansinho
Sem ninguém saber porquê

E se mais do que minha namorada
Você quer ser minha amada
Minha amada, mas amada pra valer
Aquela amada pelo amor predestinada
Sem a qual a vida é nada
Sem a qual se quer morrer
Você tem que vir comigo
Em meu caminho
E talvez o meu caminho
Seja triste pra você
Os seus olhos têm que ser só dos meus olhos
E os seus braços o meu ninho
No silêncio de depois
E você tem que ser a estrela derradeira
Minha amiga e companheira
No infinito de nós dois.

(Vinícius de Moraes)

Sem-Título-1
DK_P&R_1012
DK_143
DK200810_697
20x30-1-de-cada
_MG_9698
_MG_9371
_MG_9324
_MG_9155
_MG_8819
_MG_8284
_MG_6543
_MG_6119
_MG_3232
_MG_4309
_MG_2967
_MG_2071
_MG_1675sat
_MG_1978
_MG_1520
_MG_1491antigo
_MG_1318
_MG_0660

A notícia – Um post só de letrinhas!!
Drika | 12 de junho de 2011 | 22:16

Vocês sabem que eu tenho problemas com planejamentos… Já disse váaaarias vezes o quanto eu sou metódica pra certas coisas, especialmente pra escrever aqui. O caso é que esse post já deveria ter sido escrito há meses!!! Há seis meses, mais precisamente. Não foi, primeiro porque meus “métodos” me atrapalharam, não consegui atropelar a ordem das coisas… E depois, meus prazos me enlouqueceram e não consegui parar pra vir aqui do jeito que gosto, com a cabeça leve, livre das pressões das urgências. Logo mais vocês vão me entender e dar razão!

No meio dos meus métodos, existe uma ponta de ‘resistência’, eu admito… Resisti o quanto pude, talvez sem tomar consciência disso na maior parte do tempo… Mas me dou conta agora que evitei mais do que o normal escrever esse post porque, de fato, ele me dói. Parte dessa notícia eu não gostaria de dar.

E haja parágrafos, dando mil voltas, até falar direto que estou indo embora de Natal, de volta pra São Paulo, no final do ano. E, desde que decidi isso, em janeiro, fechei minha agenda e não mais aceito pedidos de orçamentos. Essa é a notícia, agora vamos aos desdobramentos do fato.

Pra entender meu contexto, talvez seja bom dar uma lidinha nesse post, que explica minha vinda pra Natal e fala de uma mistura danada de sentimentos naquele momento. Também seria interessante rever como eu estava seis meses atrás, e esse outro post explica bonitinho. Se entenderam bem meu “anteotem” e meu “ontem”, vou voltar a falar do presente.

Não vou mentir: apesar da dor de deixar minhas clientes e todo esse espaço que conquistei e que me mantém envolta em muito carinho aqui na cidade… é um momento muito feliz pra mim!! Sim, porque não existe nada que me faça tomar uma grande decisão na vida, senão um belo motivo dado pelo meu coração… e se estou seguindo meu coração, estou feliz.

Estou voltando pra São Paulo, pra um amor que teve todas as chances de morrer e não morreu, nesses últimos 2 anos e meio. E por perceber que não valia mais a pena fugir dele e do que implicava agarrar ele de uma vez, estou indo.

Minhas clientes, que sempre acabam sendo minhas amigas também, estão todas vibrando… Porque agora, a fotógrafa-amiga-que-acompanhou-com-todo-carinho-o-grande-dia-delas também vai casar (valeu o nome de Drikinha nas saias, amigas!!!).

Siiiiiiim… Eu disse ‘sim’, vou casar… E pra decidir isso, precisei também decidir ir! Arriscar… Pegar a contramão de novo… Recomeçar! Estou certa da minha opção, as questões pessoais envolvidas nesse assunto estão bem resolvidas… A única coisa que tá pegando é largar tudo que conquistei nesse tempo de Natal. Vai além de somente trabalho, além das relações ‘fotógrafa-clientes”… é uma relação mais profunda, uma conquista que envolve sonhos, sentimentos profundos. Não tem absolutamente nada a ver com insegurança, medo do que vem, do que vou ou não (re)conquistar em Sampa. É só um ‘apegozinho’ ao hoje e as promessas que o futuro me fazia aqui. Uma dooooor no coração cada vez que ouço uma noiva dizendo “Drika, não acrediiitoooo… Eu queria taaaanto você!”… e eu preciso dizer “não posso mais!”… sofro nessa hora, sempre!

Em todo caso, quem me acompanha aqui com atenção sabe bem que o que sempre tive aqui em Natal pendia totalmente pro profissional. Filho e trabalho… são duas partes gigantes de mim, mas não são tudo… e eu seguia desequilibrada! Faltava um pedaço importante, que eu tentei de todo jeito preencher e não consegui… Mas eu conto mais sobre minha historinha romântica a seguir. Minha conversa agora é profissional, com minhas clientes ou ex-futuras… Com todas que passam por aqui, me mandam emails, me cobram posts e incentivam meu trabalho com mensagens tão lindas e carinhosas. Estou aqui pra dar uma satisfação, uma resposta! Sinto muito ter vindo tão tarde. Peço desculpas a quem não me achou esse ano para pedir orçamentos. Está sendo um ano atípico e, além de algumas viagens que fiz, estou totalmente voltada pra concluir os trabalhos em aberto, e poder ir embora com tudo finalizado. Na loucura que isso se tornou, muitas vezes foi impossível falar comigo… Perdão!

No início, logo que decidi ir, não contei logo aqui porque eu sabia que precisava dar a notícia primeiro as minhas noivinhas, e com muito cuidado pra que ninguém pensasse que ‘Drika tava dugindo da cidade’… então segurei os dedos no twitter e marquei uma reunião com todas no Douce France. Em meio a brindes e muita conversa de mulherzinha, anunciei a novidade e respondi toooodas as dúvidas sobre o futuro, principalmente praquelas que ainda não casaram. Seguinte:

Eu só vou embora em dezembro, depois de cumprida toda a agenda de casamentos negociados e assinados ainda em 2010. Não estou aceitando novos casamentos pra esse ano porque, como sabemos, cada casamento implica num trabalho de pós-produção muito longo. Depois do esperado dia, tem a entrega das fotos, a escolha dos noivos, a confecção do álbum… E eu já tenho muitos trabalhos nesse estágio, muita coisa pra concluir dos anos anteriores, além desses novos que ainda vou fotografar esse ano. Ou seja, se eu aceitasse mais trabalhos, não conseguiria ir embora!! E o que tem acontecido é que depois que fiz o anúncio, está chovendo álbuns pra fazer… e eu me atolei em pedidos nesse primeiro semestre, corri muito com eles na tentativa de zerar as coisas (ao menos momentaneamente) pra poder começar a fazer o meu próprio casamento. O resultado disso é que hoje é dia 12 de junho, eu me caso no dia 16 de julho, e os convites ainda estão na gráfica… meu vestido não existe… as mil coisinhas que decidi fazer com minhas próprias mãos estão ainda numa foto de referência… ou seja: não tô conseguindo curtir meu próprio casamento!! Mas, ok, NADA paga a sensação de estar em dia com os pedidos no trabalho. Não existe nada que me angustie mais que saber que estou em falta, atrasada, deixando uma cliente aflita e ansiosa. Então foi válido sacrificar um tanto (MAIS um tanto!!) da minha vida pessoal nesse sentido.

Novos pedidos de álbuns, os que venho recebendo desde maio, já estão agendados pra serem feitos somente em agosto… depois do meu casamento e da merecida pausa. Me caso aqui em julho e vou passar uns dias em SP brincando de casinha… volto em agosto pra finalizar trabalhos aqui, e fico até dezembro (SEM MARIIIDOOO!!!). É bem provável que eu leve trabalhos pra São Paulo, porque o volume é grande. Mas a verdade é que tudo vai ser decidido em conjunto e nada deixará de ser feito!

Nesse exato momento, depois de três semanas indo dormir às 8h30 da manhã (cochilos até meio dia), concluí o que tinha em mãos. O que não entreguei ainda está em alguma fase de produção, mas não está parado, e deve ficar pronto logo mais.

Agradeço a paciência, simpatia, bondade e amizade de tooodas… Mas agora sua fotógrafa vai casar e precisa dar um tempo nos trabalhos. Volto em agosto, com certeza! Nesse meio tempo, estarei aqui compartilhando um pouco das loucuras de uma fotógrafa-de-casamentos-noiva com 30 dias pra organizar sua festa! Uiii!!!