…Mesmo que a irmã não tenha seu sangue e o parentesco se dê por pura opção… tudo é tão mais especial! Confesso que a emoção atrapalha um pouquinho. Os sentimentos ficam confusos demais… se por um lado eu queria somente admirar, suspirar, sonhar junto e chorar… por outro, queria ser eu mesma a registrar, claro!!

Rosinha é jornalista pela UFRN, como eu, mas nossa condição de “irmãs” nasceu somente em São Paulo, quando, alguns anos depois de mim, ela chegou por lá. Nada aconteceu por mágica, nem por ‘obrigação’ de conterrâneas. Foi por afinidade, cavada em muita convivência. De pertinho e com carinho e cuidado, fui eu quem estive com ela no desabrochar dessa mulher madura, segura, desenrolada, destemida e confiante que é hoje.

Em nossa casa, na Vila Madalena, compartilhamos medos e inseguranças quanto ao futuro. Sorrimos juntas por nossas crescentes conquistas profissionais. Curtimos juntas tooodas as noites possíveis na ‘paulicéia desvairada’, descobrindo o que é, de fato, uma “baladinha”! Sarajevo, Matrix, Sambacana, Matrix, Bares da Vila, Matrix – sempre o Matrix!… noites quase sempre amanhecidas na banca de pastel da feira da Vila ou na Galeria dos Pães. Curtimos os dias também, claro, especialmente os sábados bem andados pelo Centro, Bixiga, Paulista… que sem dúvida acabavam na Benedito Calixto, em rodas suadas de Ciranda, Côco e Maracatu – pra não esquecer nunca de onde viemos! Brindamos juntas, com cana mesmo (pra ganhar a rua fria!), cada saída! torcemos por cada paquera e choramos o luto de cada decepção amorosa uma da outra – E que ninguém ousasse trapacear uma na frente da outra!

Foi ela quem me deu uma boneca no dia das crianças, aos 33 anos. Me deu uma seleção de classificados, cheia dos piores fiats 147, fusquinhas 66 e chevetts quando eu procurava meu primeiro carro em Sampa. Meu deu “O” vestido maravilhoso com o qual eu tanto queria festejar meus 31 – aliás, me deu também a comemoração mais perfeita desse aniversário! Me ‘cavou’ freelas pra fazer quando a grana tava curta e, pra ela, ‘nunca existiu no mundo fotógrafa melhor que eu!’ (Ui!!!!). Mas, bem além de cada gesto desse, ela se tornou uma fonte constante de carinho e apoio sempre que precisei. Como amiga, ela se mostrou uma excelente e necessária irmã!

E eu ouvi suas lamentações, cansada de esperar pelo carinha bacana. Por aquele que não virasse sapo depois da primeira noite ou do primeiro ano de namoro! Dei conselhos, puxei as orelhas. Mas sempre estive de mãos dadas, pronta pra unir forças e defender seus sentimentos de qualquer um.

E é claro que eu estava com ela quando conheceu Marcelo! Mais que isso: eu brinco que eu trabalhei muuuito pra que ela descolasse um marido! Eu trabalhei semanas na produção e fiz a cobertura fotográfica da festa em que eles se conheceram (na Cinemateca de São Paulo, Prêmio de Cinematografia). E ele podia ter sido mais um sapo no caminho de Rosinha… mas não foi. Marcelo chegou pra ficar! Foi demonstrando e nos conquistando, até que, por fim, num ato de bravura e amor extremos, largou Sampa e acompanhou minha amiga de volta a sua cidade, Natal. Pois é… coragem pra poucos! O paulista mais arretado que conheci! Daí em diante, vocês acompanham a história em cenas, eu me calo. Me deixem agora somente suspirar!

_MG_2584-copy
_MG_2577-copy
_MG_2594-copy
buquedireitoSarina morou com a gente em Sampa e agora mora em Fortaleza, também casada. Tava toda quietinha lá. Mas… quando casa uma irmã, a gente trás outra de surpresa, pra completar afesta!!!

_MG_2628-copy
_MG_2605-copy
_MG_2671-copy
_MG_2656menor
telef-1
_MG_2652-copy
_MG_2695
…quando casa uma irmã a fotógrafa até tira o preto, coloca um vestidão florido, leva o espumante (porque conhece bem o efeito dele na amiga!!!) e até participa do brinde… afinal é madrinha! (foto de Sarina)

champs-1
_MG_2727
_MG_2731
_MG_2735
_MG_2751
_MG_2752
_MG_2786
_MG_2756
_MG_2758-copy
_MG_2747-copy
_MG_2761-copy
make-1.3
_MG_2773-copy
_MG_2783-copy
_MG_2792-copy
_MG_2794-copy
_MG_2798-copy
_MG_2796-copy
_MG_2802-copy
_MG_2804-copy
pulo-1.2
_MG_2822-copy
_MG_2827-copy
_MG_2846-copy
_MG_2848-copy
_MG_2864-copy
_MG_2890
_MG_2892-copy
_MG_2899-copy
_MG_2898-copy
_MG_2908-copy
ESPELHO-1.3
_MG_2917-copy
_MG_2924-copy
_MG_2927
_MG_2930-copy
_MG_2932-copy
_MG_2939-copy
_MG_2950-copy
jardim-1.3
_MG_2943
_MG_2967-copy
jardim-1
entrandocarro-1.2
buquecarro-1
_MG_3012
_MG_3035
_MG_3048-copy
_MG_3051-copy
_MG_3062
_MG_3069-copy
_MG_3076-copy
_MG_3072-copy
_MG_3121 copy
_MG_3059
_MG_3058-copy
E, por fim, quando casa uma irmã… as famíias se juntam, outras irmãs são descobertas e tudo fica feliz assim!

*Rosinha, toda linda pelas mãos de Nalva Melo

Tags: , , , , , , ,

6 comments

  1. Rosinha
  2. Stephanie Soares
  3. Seane
  4. Gudmila
  5. ulyana

Trackback e pingback

No trackback or pingback available for this article

Leave a Reply